Medicina da Fema promove ação de combate ao H1N1

 

Atividades aconteceram na Brahma, DER e escola Angélica Amorim Pereira

Os alunos da Medicina da Fundação Educacional do Município de Assis – Fema continuam a desenvolver atividadesligadas à prevenção. Neste mês, o grupo que atua na Estratégia Saúde da Família Vila Cláudia falou sobre o vírus H1N1.

As ações se estenderam por algumas semanas e atingiram um público diversificado. No DER, o Departamento de Estradas de Rodagens, 70 funcionários participaram de uma dinâmica com informações do vírus e de que forma a gripe pode ser prevenida. O mesmo trabalho aconteceu na Brahma, com 50 trabalhadores. Esses grupossão mais vulneráveis à doença, pois atuamem diversas regiões e percorrem várias cidades do Brasil.

Os integrantes da ESF Vila Cláudia também elaboraram atividades para as crianças da escola EMEI Professora Angélica Amorim Pereira, na quinta-feira, dia 16 de junho. Os estudantes fizeram uma apresentação de teatro de fantoche e ensinaram como lavar as mãos. Algumas crianças foram escolhidas para uma brincadeira em que as mãos eram lavadas com tinta à base de água. O intuito era mostrar que as partes onde a tinta não cobria a mão e os dedos são as mais expostas, reforçando a necessidade da higienização correta.

O resultado dessas ações foi considerado positivo. Os alunos da Fema, segundo a professora Maria José Damaceno, acreditam que esses eventos são de extrema importância. “Com esse trabalho relacionado ao H1N1, eles estão no caminho correto pela busca de uma visão humanizada e integrada da população de Assis.”

A Estratégia Saúde da Família é uma evolução do Programa Saúde da Família, implantado pelo Ministério da Saúde em 1994. Em Assis, o projeto teve início em 1995. A ESF é composta por um médico generalista, enfermeiros, auxiliares e agentes comunitários, e passou a contar com a Medicina da Fema desde março de 2016.

“Para o processo de ensino e aprendizagem, conforme as diretrizes curriculares nacionais, é primordial que haja uma articulação entre a Instituição de Ensino e os serviços de Saúde. Logo, os alunos inseridos nas ESF têm a oportunidade desde o primeiro ano da faculdade de construir seu conhecimento a partir da integração da teoria com a prática”, diz a professora Maria José Damaceno.

Os estudantes de Medicina da Fema estão presentes em 10 unidades da Estratégia Saúde da Família. Além da Vila Cláudia, trabalhos são realizados na Bela Vista, Cohab, Colinas, Eldorado, Jardim Três Américas, Parque Universitário, Progresso, Prudenciana e Vitória. Nesses locais, os alunos atuam na identificação das áreas de vulnerabilidade e realizam ações de prevenção e promoção com o apoio da equipe médica local.

Silvio Moura

Assessoria de Comunicação Fema

Brahma_Fema

Escola

 

Comments

comments