Morre enfermeira de Assis aos 32 anos depois de lutar contra um câncer

 

Morreu na madrugada desta quarta-feira, 22, aos 32 anos de idade, a enfermeira assisense, Angeline Esperança de Almeida, em decorrência de um câncer na medula.
Angeline lutou bravamente, mas foi vencida pela doença nesta madrugada.

Ela deixa os pais, Nélio de Almeida, 63 anos, e a mãe Márcia de Lurdes Esperança, 57 anos, além dos irmãos Fernando Augusto e Aline Esperança de Almeida.

O velório é realizado na Catedral e o sepultamento está marcado para às 17 horas no Cemitério Municipal de Assis. Foto: Divulgação

Comments

comments