Polícia busca menores que fugiram em rebelião

 

A Polícia Militar já recapturou sete dos dezoito menores que haviam fugido da Fundação Casa de Marília, durante rebelião que ocorreu na noite de ontem (4), às margens da SP-333, na saída para Assis.

Segundo as autoridades, a rebelião começou durante um culto religioso que era realizado na unidade.

Um agente de apoio socioeducativo, identificado como Francisco Calixto, de 51 anos, foi assassinado por três adolescentes com um cabo de vassoura enfiado em sua garganta.

Os adolescentes fizeram mais sete reféns, sendo três voluntários de uma igreja e mais quatro funcionários do local.

Dois dos quatro menores que teriam participado da morte do agente, foram identificados e encaminhados até a Central de Polícia Judiciária. O autor do golpe fatal teria 17 anos e assumiu a barbárie.

A assessoria de imprensa da Fundação Casa divulgou uma nota oficial sobre o caso ainda na noite de ontem: “A Corregedoria Geral da Fundação Casa vai instaurar uma sindicância para apurar a morte do funcionário na Casa Marília e a fuga de 18 adolescentes da mesma unidade. A Fundação Casa lamenta profundamente a morte do funcionário e trará toda a assistência aos familiares do servidor”, diz a nota.

A rebelião terminou depois de três horas de negociação, sem a necessidade de uma intervenção da Tropa de Choque.

Ainda segundo a polícia, o agente foi morto justamente no dia em que fazia aniversário, para desespero da família.

Os menores ainda eram procurados pela manhã desta quarta-feira (10), inclusive com a ajuda do helicóptero Águia da PM, que fazia buscas na zona oeste de Marília.

O corregedor geral da Fundação Casa irá conceder uma entrevista coletiva sobre o caso no final da manhã de hoje. O Marília Notícia acompanha o caso. Fonte: MN

whatsapp-image-2016-10-05-at-02-03-40

Movimentação foi intensa durante rebelião (Foto: Leonardo Moreno)

whatsapp-image-2016-10-05-at-02-03-36

Perícia chega ao local (Foto: Leonardo Moreno)

whatsapp-image-2016-10-05-at-09-26-17

Águia faz buscas na zona oeste (Foto: Vinícius Coneglian)

Comments

comments