Recém-nascida com problema no coração consegue vaga em hospital

 

A pequena Mabelin, que estava internada na Maternidade Santa Isabel, em Bauru (SP), por causa de um grave problema no coração, conseguiu uma vaga para realizar a cirurgia em um hospital especializado. A mãe da menina Silmara Gonçalves Pereira já havia conseguido quatro decisões judiciais que determinavam a transferência imediata do bebê, de apenas oito dias.

A assessoria de imprensa da Secretaria do Estado da Saúde informou que a recém-nascida passou por exames e foi levada nesta sexta-feira (26) por uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o Incor em São Paulo, para realizar a cirurgia de cardiopatia congênita.

Mabelin foi diagnosticada com o problema no coração ainda durante a gestação e precisa realizar um procedimento que pode salvar sua vida. Antes mesmo do nascimento, a Justiça já havia determinado a transferência do bebê para um hospital especializado, mas nem as ordens judiciais estavam garantindo a sobrevivência da menina.

Justiça
Silmara conseguiu quatro decisões judiciais que determinam a transferência imediata da criança para um hospital especializado. A primeira decisão foi no dia 16 agosto, dois dias antes da Mabelin nascer.  Um dia depois do parto, a juíza deu uma nova determinação: a internação urgente do bebê, nem que fosse na rede particular, com todos os custos pagos pelo estado.

Mas nenhuma das decisões foram cumpridas, deixando a espera da Mabelin sem hora pra acabar. “É desumano isso. Que mundo é esse que a gente vive onde o dinheiro vale mais do que a vida?”, questiona.

Em relação à decisão judicial que determinou a internação em hospital particular, o DRS informou que também tentou uma vaga no hospital Sírio Libanês, no entanto, também não teria vaga pra receber Mabelin. O Estado está recorrendo dessa decisão da Justiça.

Decisão determina transferência imediata (Foto: Reprodução / TV TEM)Decisão determina transferência imediata (Foto: Reprodução / TV TEM)

Comments

comments